Atividades marcam ações de prevenção à saúde na UNIFEBE

Postado em 14/11/2017

IMG_3495 IMG_2779Os meses de setembro, outubro e novembro foram voltados a atividades de prevenção na UNIFEBE. Para marcar o setembro amarelo, o curso de Psicologia promoveu uma roda de conversa para esclarecer o assunto. O debate foi mediado pelos professores Eliz Marine Wiggers, Gabriel Fernandes Camargo Rosa, Aline Bernardes de Souza, Fernanda Germani de Oliveira Chiaratti e Maria Balbina de Magalhães Gappmayer.

— Não há dados publicados com relação aos municípios ou regiões catarinenses especificamente, mas numa publicação do CVV – Centro de Valorização da Vida (https://www.cvv.org.br/) consta que em população com descendência européia a incidência do suicídio tem sido alta, o que explica o alto índice de suicídio nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A proposta do evento foi realizar um diálogo sobre o tema em modo de roda de conversa, propiciando que os professores sejam mediadores do diálogo e que os alunos se sintam à vontade para abordar e conversar sobre o tema, sem constrangimento.  — explica a professora Eliz.

Para marcar o outubro rosa, o mês de prevenção contra o câncer de mama e incentivo à saúde da mulher, a UNIFEBE promoveu uma palestra para os funcionários, ministrada pelo mastologista Marco Antonio Cortelazzo.

O curso de Psicologia também realizou uma atividade alusiva ao outubro rosa, com intervenções na Rede Feminina de Combate ao Câncer, com as mulheres participantes dos grupos de apoio formados na organização. A atividade também foi orientada pela professora Eliz Marine Wiggers.

No novembro azul, a UNIFEBE promoveu uma atividade de saúde e conscientização à prevenção do câncer de próstata, em parceria com o SESC.

Texto: Suellen Pereira Rodrigues
Assessoria de Comunicação Social/UNIFEBE
imprensa@unifebe.edu.br |47-3211-7223