UNIFEBE é certificada com Selo Prima de neutralização de CO2

Postado em 5/12/2017

Para amenizar o dióxido de carbono (CO2) lançado no meio-ambiente, a UNIFEBE realizou nesta terça-feira, 5 de dezembro, o plantio de 29 mudas de árvores no campus Santa Terezinha e recebeu o selo Prima – Mudanças Climáticas, emitido pela Organização da sociedade civil de interesse público

IMG_6400O plantio foi motivado para compensar o CO2 emitido durante o IX Fórum Brasileiro de Educação Ambiental e o IV Encontro Catarinense de Educação Ambiental, realizado em Balneário Camboriú no mês de setembro, que teve a UNIFEBE como uma de suas organizadoras.

Foram plantadas no campus Santa Terezinha as seguintes espécies: Aroeira Salsa, Pau de ferro, Caroba, Ipê-roxo, Ipê-branco, Quaresmeira e Acácia .

A presidente do Comitê de Sustentabilidade da UNIFEBE, Mara Lucia Figueiredo explica que o projeto de Educação Ambiental e Mudanças Climáticas da PRIMA, que certificou a UNIFEBE, visa mobilizar cidadãos para a percepção, compreensão e participação efetiva na melhoria da qualidade de vida abordando o tema das mudanças climáticas e do aquecimento global.

— Assumimos esse compromisso durante o Fórum Brasileiro de Educação Ambiental, onde ficou determinado que cada um dos quatro organizadores deveria plantar 25 árvores para neutralizar o CO2 produzido durante o evento. Recebemos a doação das mudas da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), que é nossa parceria, e fizemos o plantio de 29 mudas na UNIFEBE — explica.

IMG_6435Segundo o coordenador da Prima, o biólogo Ricardo Harduim, o Selo existe desde 2007 para compensar as emissões de CO2 que não puderam ser evitadas. Um dos caminhos é o plantio de árvores, que pelo processo da fotossíntese, retiram o CO2 da atmosfera.

— É um trabalho que vem aliado ao processo educativo. Primeiro vem o processo educacional, a mudança, a transformação. Não adianta avançar na tecnologia, que é muito importante e fundamental, sem trabalhar a mudança de postura com uma sociedade mais justa e igualitária — ressalta Harduim.

O reitor Günther Lother Pertschy destacou o trabalho realizado pelo Comitê em prol de uma Instituição mais sustentável.

— Estamos muito contentes que conseguimos evoluir muito nos últimos anos, já que este é um assunto de extrema importância e deve ser olhado com muito carinho. Hoje temos uma política de ambientalização que norteia os trabalhos Institucionais e felizmente podemos contar com o apoio de vários parceiros — afirma.

 

Texto: Suellen Pereira Rodrigues
Assessoria de Comunicação Social/UNIFEBE
imprensa@unifebe.edu.br |47-3211-7223