Covid-19

Protocolo de Saúde

Protocolo de Saúde

A substituição das aulas presenciais por aulas não presenciais, mediadas por tecnologias da informação e comunicação e o plano de retorno gradual às aulas presenciais obedecem às normativas em vigor, aos alertas das autoridades de saúde e à identidade da UNIFEBE, seguindo um planejamento meticuloso do ponto de vista sanitário, com a adoção do seguinte protocolo de higiene voltados ao combate à disseminação da pandemia da COVID-19:

 

  • organizar os espaços administrativos, salas de aula, laboratórios e outros espaços acadêmicos para que os alunos, docentes, técnico-administrativos e visitantes da comunidade externa mantenham distância mínima de 1,5m entre si;
  • higienizar rigorosamente todos os espaços da Instituição após cada utilização, realizando desinfecção com água sanitária antes da chegada do próximo grupo de pessoas que utilizará o espaço;
  • disponibilizar álcool em gel 70% em todos os pontos de acesso as edificações e nos ambientes com grande circulação de pessoas na Instituição, principalmente salas de aula, setores administrativos e laboratórios;
  • publicar em locais visíveis, incluindo acessos, setores de atendimento, salas de aula e laboratórios, orientações de cuidado e higiene pessoal que devem ser observados nas dependências da Instituição;
  • promover e fiscalizar o uso obrigatório de máscara por alunos, docentes, técnico-administrativos e pessoas da comunidade durante a permanência nos espaços institucionais;
  • disponibilizar álcool em gel 70% e material de limpeza adequado nas salas de aula, laboratórios, salas de estudo e mesas da Biblioteca Acadêmica para que os alunos façam a higienização das mesas ou bancadas após a utilização;
  • aferir a temperatura de todas as pessoas previamente ao seu ingresso nas dependências das edificações da Instituição, por meio de termômetro digital infravermelho, vendando a entrada e dando os devidos encaminhamentos daquelas cuja temperatura registrada seja igual ou superior a 37,8ºC;
  • promover o isolamento imediato de qualquer pessoa nas dependências da Instituição, que apresente os sintomas característicos da COVID-19, orientando-o a comunicar à Secretaria Municipal de Saúde de seu município de residência, para que as devidas medidas de isolamento suas e de seus familiares sejam adotadas. Após as devidas orientações, a pessoa será conduzida para fora das dependências da Instituição;
  • notificar à Secretaria Municipal de Saúde de Brusque e do município de residência da pessoa, a existência de casos confirmados da COVID-19 entre alunos, docentes e técnico-administrativos da UNIFEBE;
  • realizar a demarcação dos espaços físicos institucionais, com o objetivo de aprimorar as medidas de distanciamento social;
  • afastar das atividades presenciais, adotando, sempre que possível, regime de teletrabalho ou de aulas não presenciais, alunos e docentes, que se enquadrem em um dos grupos de risco da COVID-19, listados a seguir:
    • maiores de 60 anos;
    • gestantes;
    • pessoas que apresentem sintomas relacionados à COVID-19;
    • portadores de imunodeficiência de qualquer espécie;
    • transplantados e cardiopatas;
    • portadores de demais comorbidades associadas à COVID-19.
  • realizar treinamento contínuo para alunos, docentes e técnico-administrativos, sobre os protocolos institucionais de saúde, com ênfase nas medidas de higienização pessoal e ambiental, utilização de máscara e de distanciamento social nos espaços institucionais;
  • criar material informativo sobre os protocolos de saúde institucionais, para dar conhecimento às famílias de alunos, docentes, técnico-administrativos e pessoas da comunidade que frequentarem o espaço da Instituição, com o objetivo de conscientizar sobre a importância do atendimento coletivo às medidas de combate à disseminação do COVID-19;
  • realizar ações no intuito de conscientizar acadêmicos, docentes, técnico-administrativos e a comunidade externa sobre a corresponsabilidade de todos no combate à disseminação do COVID-19;
  • recomendar aos alunos, docentes e técnico-administrativos para que tragam: máscara adicional para troca a cada duas horas ou quando tornarem-se úmidas, se antes deste tempo, e toalha própria de mão para utilização nas dependências da Instituição;
  • manter reserva técnica de máscaras para disponibilizar para as pessoas, que estejam nas dependências da Instituição, e que possam não trazer consigo esse material de proteção ou para aqueles que a máscara se danificar durante a permanência na UNIFEBE e não dispuserem de sobressalente;
  • disponibilizar Equipamentos de Proteção Individual para os alunos e docentes durante a realização de atividades nas unidades de saúde;
  • implantar rotina de atendimento agendado e individualizado da comunidade externa no Núcleo de Prática Jurídica, Clínica Escola e Serviços de Psicologia e demais espaços de atendimento externos, para evitar aglomerações;
  • garantir que os ambientes institucionais sejam os mais arejados possíveis e viabilizar, dentro das possibilidades, espaços ao ar livre para realização das aulas;
  • isolar os bebedouros que fazem parte das dependências da UNIFEBE;
  • respeitar a capacidade máxima dos espaços de uso coletivo durante o período da pandemia da COVID-19, conforme delimitado no Quadro 7;
  • realizar o intervalo das aulas dos cursos de maneira intercalada, para garantir o distanciamento de 1,5m e evitar a aglomeração de alunos e docentes nos espaços de convivência da Instituição;
  • disponibilizar protetor facial – face shield – para os docentes que queiram fazer uso, durante as aulas expositivas;
  • disponibilizar canal de comunicação direto por e-mail – covid19@unifebe.edu.br – para que alunos, docentes, técnico-administrativos e membros da comunidade externa possam dar sugestões de melhoria dos protocolos institucionais ou comunicar sobre eventuais descumprimentos dos mesmos;
  • disponibilizar material gráfico ou virtual aos estudantes, antes do início da retomada das atividades, orientações com relação ao uso adequado de máscaras de proteção, higienização das mãos, etiqueta de tosse e distanciamento social, além de outras medidas adotadas que devem ser respeitadas pelos estudantes no retorno as atividades presenciais;
  • estimular a etiqueta da tosse, bem como a higienização das mãos em vários momentos ao longo do tempo de permanência dos estudantes nas dependências da UNIFEBE, por meio de infográficos em cartazes, disponibilizados em pontos estratégicos e de maior circulação, comunicações verbais, sonoras ou digitais;
  • orientar os docentes que trabalham em mais de uma instituição de ensino no mesmo dia, que devem usar jalecos exclusivos em cada um dos locais;
  • orientar estudantes ou profissionais que frequentam mais de uma instituição de ensino no mesmo dia, que devem, preferencialmente, não utilizar as mesmas vestimentas em ambos, ou em caso de impossibilidade, devem reforçar os cuidados com sua higienização pessoal ao sair e ao entrar em cada um dos locais;
  • recomendar aos técnico-administrativos que trabalham diretamente com atendimento aos alunos, que não retornem às suas residências com os uniformes utilizados durante o expediente;
  • orientar acadêmicos, docentes e técnico-administrativos sobre os cuidados necessários a serem adotados em casa e no caminho entre o domicílio e a Instituição;
  • estabelecer, afixar em cartaz e respeitar o limite máximo permitido de pessoas presentes simultaneamente no interior de cada ambiente, considerando o distanciamento mínimo obrigatório;
  • desativar a biometria e utilizar o crachá por meio de aproximação para registrar a frequência no trabalho de docentes e técnico-administrativos e ainda adotar formulário digital de frequência para docentes que tenham atividades em outros ambientes externos ao Campus Santa Terezinha;
  • organizar a entrada de estudantes de modo a evitar aglomerações, bem como escalonar os horários de saída, considerando o máximo de três turmas simultâneas por cada local e saída das edificações e intervalo de três minutos entre cada grupo;
  • desestimular o uso do elevador do Bloco D, priorizando o uso por pessoas com dificuldades ou limitações para deslocamento;
  • entregar cópia da Portaria nº. 256, de 21 de abril de 2020 da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para os proprietários das cantinas da Instituição e fiscalizar o seu cumprimento;
  • vedar a realização de atividades físicas, desportivas e recreativas que resultem em contatos físicos entre os participantes, como os jogos de quadras, lutas, entre outros;
  • priorizar que as reuniões entre alunos, professores, técnico-administrativos ou pessoas externas sejam realizadas por videoconferência, ou quando não for possível, reduzir o número máximo de participantes e o tempo de duração;
  • proibir a realização de atividades sociais como formaturas, festas, comemorações, festivais e apresentações de música ou de teatro, eventos desportivos, realização de excursões e passeios, externos, ou quaisquer outras que resultem em aglomeração de pessoas;
  • recomendar que os docentes utilizem máscaras descartáveis durante as aulas, que devem ser trocadas ao final de cada aula, podendo utilizar outros modelos nos demais ambientes da Instituição;
  • disponibilizar lixeiras com tampa na Instituição para descarte de lenços e máscaras descartáveis;
  • divulgar aos acadêmicos, docentes e técnico-administrativos as seguintes orientações:
    • evitar comportamentos sociais tais como aperto de mãos, abraços e beijos;
    • evitar compartilhamento de materiais escolares, porém, caso se faça, recomendar que sejam higienizados após cada uso;
    • evitar, sempre que possível, o compartilhamento de equipamentos e outros materiais didáticos;
    • não compartilhar objetos pessoais, como roupas, escova de cabelo, maquiagens e semelhantes;
    • permanecerem em suas salas de aula e nos espaços comuns, quando liberados, evitando circular em outras salas que não as suas;
    • usar lenços descartáveis para higiene nasal e bucal e a descarta-los imediatamente em lixeira com tampa:
  • recomendar que alunos, docentes e técnico-administrativos mantenham as unhas cortadas, cabelos presos e evitem a utilização de acessórios pessoais, como brincos, anéis e relógios;
  • realizar a higienização de equipamentos de informática, como computadores, notebooks ou similares, nas partes onde há contato direto com os usuários, como teclados, mouses, touchscreens, touchepads, mouse pads e microfones, após a utilização de cada usuário devem ser higienizados com álcool 70% ou preparações antissépticas, com utilização de produtos compatíveis com as recomendações dos fabricantes destes equipamentos;
  • reter e manter os livros da Biblioteca Acadêmica em local arejado por três dias no mínimo, após sua utilização ou devolução por estudantes ou professores, disponibilizando-os nas suas estantes somente após este período;
  • disponibilizar nos banheiros e lavatórios sabonete líquido, toalhas de papel e álcool em gel 70% para higienização das mãos;
  • utilizar somente produtos de limpeza e higienização regularizados junto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e para o fim à que se destinam;
  • intensificar a higienização das instalações sanitárias, áreas de trânsito de pessoas e áreas de uso comum;
  • higienizar os pisos das salas de aula com desinfetantes próprios para a finalidade ao menos uma vez ao dia e, após cada aula realizar desinfecção com álcool 70% ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar das superfícies expostas, incluindo as mesas dos professores e dos estudantes, balcões, maçanetas, corrimãos, interruptores, puxadores, bancos, mesas, acessórios em instalações sanitárias, entre outros;
  • orientar alunos, docentes e técnico-administrativos a higienizar regularmente os aparelhos celulares com álcool 70% ou solução sanitizante de efeito similar, quando compatíveis com os respectivos aparelhos, em conformidade com as recomendações dos fabricantes;
  • reduzir a quantidade de materiais disponíveis nas salas, mantendo apenas o que for estritamente necessário para as atividades;
  • garantir que os funcionários que realizam atividades de higienização de ambientes devem utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), em conformidade com o preconizado nos seus Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), caso o documento não contemple uso de luvas, óculos e máscara, contatar o médico do trabalho para as orientações complementares;
  • manter banco de dados atualizado com os contatos de emergência dos acadêmicos, para utilização quando necessário;
  • designar e treinar técnico-administrativos para conduzirem as ações, em caso de suspeita de pessoa com síndrome gripal na Instituição, cujos contatos serão divulgados para a comunidade acadêmica, para serem contatados sempre que houver alguma suspeita;
  • afastar das atividades, até a elucidação do diagnóstico, os docentes e técnico-administrativos que apresentarem sintomas de síndrome gripal;
  • afastar pelo período de quatorze dias, a contar do início dos sintomas, os alunos, docentes, técnico-administrativos, que tenham confirmação laboratorial para COVID-19, podendo retornar as atividades presenciais após este período, desde que estejam assintomáticos por no mínimo setenta e duas horas;
  • permitir que os alunos, docentes e técnico-administrativos, cujos casos testaram como negativo para COVID-19 em laboratório, após um período de setenta e duas horas da remissão dos sintomas, retornem às atividades presenciais;
  • suspender as aulas das turmas com docentes ou alunos com casos suspeitos de contaminação pelo COVID-19, por um período de sete dias ou até o resultado negativo; ou por quatorze dias se positivo;
  • questionar de maneira periódica e sistemática docentes e técnico-administrativos, se coabitam ou tenham outras formas de contatos com pessoas sintomáticas, suspeitas ou sabidamente com diagnóstico de infecção pela COVID-19, afastando-o caso a resposta seja positiva até a elucidação diagnóstica ou por meio de diagnóstico médico liberando o retorno às atividades. Em não sendo realizada a elucidação por meio de diagnóstico, o funcionário deverá ser afastado por um período de quatorze dias, a contar do início do contato com pessoa suspeita, podendo retornar às atividades após esse período, desde que estejam assintomáticos;
  • orientar os alunos que possuem deficiência visual a higienizarem as mãos e sua bengala de uso pessoal após a utilização, principalmente após circular em espaços abertos;
  • evitar o acesso de pais, responsáveis, cuidadores e/ou visitantes no interior das dependências da Instituição, mantendo-se o distanciamento mínimo obrigatório e o uso de máscara sempre que o acesso ocorrer;
  • assegurar que os alunos com deficiência tomem conhecimento das mudanças realizadas nos espaços físicos de circulação social;
  • implantar barreiras físicas e disponibilizar protetor facial – face shield, para os técnico-administrativos, sempre que não for possível manter o distanciamento de 1,5m nos setores administrativos e de atendimento;
  • definir cronograma de utilização dos locais de alimentação não terceirizados, limitando a um terço da sua capacidade máxima, com o objetivo de evitar o agrupamento, cruzamento e manter o distanciamento mínimo de 1,5m entre os funcionários;
  • monitorar os técnico-administrativos e docentes com vistas à identificação precoce de sintomas compatíveis com a COVID-19: febre aferida ou referida, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza e distúrbios olfativos e gustativos;
  • seguir as recomendações do Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais (PPRA), em especial as relacionados aos EPIs;
  • suspender pelo período de quatorze dias, as aulas das turmas de alunos que co-habitam ou tiveram outras formas de contatos com pessoas com diagnóstico de infecção pelo COVID-19;
  • manter em atividades administrativas, os técnico-administrativos que se enquadram em grupos de risco – idosos com mais de 60 anos, portadores de doenças crônicas, doenças que afetem a imunidade, gestantes ou outros por recomendação e atestado médico –, com horários de entrada e saída e locais de trabalho reservados, de forma a minimizar o contato com os estudantes, prevalecendo sempre o atestado médico, caso este determine o afastamento.

Quadro 7: Capacidade Máxima Proposta de Pessoas para os Espaços de Uso Coletivo

 

ESPAÇO DE USO COLETIVO LOCALIZAÇÃO CAPACIDADE DE OPERAÇÃO
MÁXIMA COM DIST. DE 1,5M
Sala de Aula 01 Bloco A – Térreo 64 54 29
Sala de Aula 06 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 07 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 08 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 10 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 11 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 12 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 13 Bloco A – Térreo 45 38 19
Sala de Aula 14 Bloco A – Térreo 39 33 17
Sala de Orientação de Estudantes Bloco A – Térreo 30 26 13
Sala de Professores Bloco A – Térreo 76 30 14
Sala de Trabalho para Docentes 1 Bloco A – Térreo 7,8 3 2
Sala de Trabalho para Docentes 2 Bloco A – Térreo 7,8 3 2
Brinquedoteca Bloco A – Térreo 43 37 19
Diretório Central dos Estudantes (DCE) Bloco A – Térreo 43 31 9
Secretaria Acadêmica Bloco A – Térreo 97 36 13
Sala de Aula 15 Bloco A – 1º Piso 40 34 17
Sala de Aula 18 Bloco A – 1º Piso 47 40 21
Sala de Aula 19 Bloco A – 1º Piso 50 42 21
Sala de Aula 20 Bloco A – 1º Piso 50 42 21
Sala de Aula 21 Bloco A – 1º Piso 50 42 19
Sala de Aula 22 Bloco A – 1º Piso 42 36 21
Sala de Aula 23 Bloco A – 1º Piso 49 41 21
Sala de Aula 24 Bloco A – 1º Piso 49 41 21
Sala de Aula 25 Bloco A – 1º Piso 49 41 16
Laboratório de Informática I Bloco A – 1º Piso 75,04 31 21
Laboratório de Informática II Bloco A – 1º Piso 81,74 43 31
Sala de Aula 30 Bloco A – 2º Piso 59 50 26
Sala de Aula 38 Bloco A – 2º Piso 59 50 26
Sala de Aula 31 Bloco A – 2º Piso 64 54 27
Sala de Aula 32 Bloco A – 2º Piso 64 54 27
Sala de Aula 34 Bloco A – 2º Piso 48 41 21
Sala de Aula 35 Bloco A – 2º Piso 48 41 21
Sala de Aula 36 Bloco A – 2º Piso 48 41 21
Sala de Aula 37 Bloco A – 2º Piso 48 41 21
Sala de Aula 39 Bloco A – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 40 Bloco A – 2º Piso 65 55 29
Laboratório de Informática III Bloco A – 2º Piso 66,64 29 23
Laboratório de Informática IV Bloco A – 2º Piso 79,56 31 28
Laboratório de Informática V Bloco A – 2º Piso 79,56 25 21
UNI Web Rádio Bloco A – 2º Piso 6,25 4 2
Sala de Aula 11 Bloco C – Térreo 66 56 29
Sala de Aula 14 Bloco C – Térreo 66 56 29
Núcleo de Educação a Distância Bloco C – Térreo 66 31 16
Laboratório de Varejo Havan Bloco C – Térreo 66 31 16
Centro de Simulação de Negócios e Gestão Empresarial Bloco C – Térreo 66 61 36
Laboratório de Anatomia Humana Bloco C – Térreo 78 31 13
Laboratório Morfofuncional Bloco C – Térreo 66,8 41 21
Laboratório de Habilidades Médicas – Ambulatórios Bloco C – Térreo 66,88 46 21
Laboratório de Habilidades Médicas – Enfermaria Bloco C – Térreo 65 41 21
Auditório Bloco C – Térreo 158 131 66
Proppex | Serviço de Orientação e Atendimento ao Estudante Bloco C – Térreo 120 36 9
Sala de Aula 18 Bloco C – 1º Piso 43 36 19
Biblioteca Bloco C – 1º Piso 949 130 32
Laboratório de Moda Bloco C – 1º Piso 299 128 61
Teciteca Bloco C – 1º Piso 66 61 21
Laboratório de Informática VI Bloco C – 1º Piso 66 25 25
Laboratório de Desenho II Bloco C – 2º Piso 66 39 24
Laboratório de Desenho III Bloco C – 2º Piso 66 43 28
Sala de Aula 21 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 22 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 25 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 26 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 28 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 29 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 33 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 34 Bloco C – 2º Piso 66 56 29
Sala de Aula 23 Bloco C – 2º Piso 43 36 19
Sala de Aula 32 Bloco C – 2º Piso 43 36 19
Sala de Aula 24 Bloco C – 2º Piso 77 65 37
Sala de Aula 31 Bloco C – 2º Piso 77 65 33
Sala de Aula 04 Bloco D – Térreo 68 57 29
Sala de Aula 05 Bloco D – Térreo 43 36 19
Sala de Aula 06 Bloco D – Térreo 43 36 19
Sala de Aula 11 Bloco D – Térreo 78 66 33
Laboratório de Ciência dos Materiais Bloco D – Térreo 49,3 31 16
Laboratório de Ciências Térmicas Bloco D – Térreo 61,4 41 20
Laboratório de Mecânica dos Fluídos Bloco D – Térreo 66 41 21
Laboratório de Química Bloco D – Térreo 78,75 41 26
Centro de Mecânica Aplicada Bloco D – Térreo 78 36 19
Núcleo de Tecnologia e Inovação em Fabricação Bloco D – Térreo 165,76 41 26
Laboratório de Desenho I Bloco D – Térreo 89,25 46 21
Laboratório de Pesquisa em Sistemas de Produção Bloco D – Térreo 66 36 19
Laboratório de Conforto Ambiental Bloco D – Térreo 42,75 31 14
Laboratório de Ciências da Saúde Bloco D – Térreo 89,25 65 31
Laboratório de Avaliação Física e Postural Bloco D – Térreo 12,09 16 7
Laboratório de Fisiologia do Exercício Bloco D – Térreo 21 11 5
Sala de Aula 15 Bloco D – 1º Piso 65 55 29
Sala de Aula 17 Bloco D – 1º Piso 65 55 29
Sala de Aula 25 Bloco D – 1º Piso 65 55 29
Sala de Aula 26 Bloco D – 1º Piso 65 55 29
Sala de Aula 27 Bloco D – 1º Piso 65 55 29
Sala de Aula 18 Bloco D – 1º Piso 77 65 33
Sala de Aula 28 Bloco D – 1º Piso 77 65 33
Sala de Aula 19 Bloco D – 1º Piso 44 37 19
Sala de Aula 29 Bloco D – 1º Piso 88 74 37
Laboratório de Informática IX Bloco D – 1º Piso 44,84 19 13
Laboratório de Informática VIII Bloco D – 1º Piso 144 51 37
Laboratório de Eletricidade e Automação Industrial Bloco D – 1º Piso 83,95 54 26
Laboratório de Física Bloco D – 1º Piso 82,8 51 26
Laboratório de Robótica Bloco D – 1º Piso 45 31 19
Sala de Estudos Bloco D – 1º Piso 60 51 31
Sala de Professores Bloco D – 1º Piso 26 19 10
Sala de Aula 31 Bloco D – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 32 Bloco D – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 33 Bloco D – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 40 Bloco D – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 41 Bloco D – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 42 Bloco D – 2º Piso 65 55 29
Sala de Aula 35 Bloco D – 2º Piso 44 37 19
Sala de Aula 36 Bloco D – 2º Piso 46 39 21
Sala de Aula 38 Bloco D – 2º Piso 81 68 37
Sala de Aula 39 Bloco D – 2º Piso 85 71 36
Estúdio Fotográfico e Audiovisual Bloco D – 2º Piso 78 36 16
Laboratório de Informática VII Bloco D – 2º Piso 106,5 52 41
Espaço Game Design Bloco D – 2º Piso 78 56 31
Laboratório de Dinâmica Interpessoais e Recursos Terapêuticos Bloco D – 2º Piso 66 56 29
Laboratório de Movimento Humano Bloco E – Térreo 84,96 71 36
Laboratório de Topografia e Geodésia Bloco E – Térreo 11,52 11 5
Núcleo de Atendimento Contábil Bloco E – Térreo 38,72 31 17
Núcleo de Prática Jurídica Bloco E – Térreo 207 77 45
Agência Experimental de Publicidade e Propaganda Bloco E – Térreo 47,53 36 19
Laboratório de Construção Civil e Solos Bloco E – Térreo 131,97   81 41
Clínica Escola e Serviços de Psicologia Bloco E – Térreo 169,75   67 35
Auditório Bloco E – Térreo 103   91 53
Laboratório de Maquetaria Galpão de Arquitetura e Urbanismo 155,04    62 31
Ateliê de Criação e Oficina de Processos Gráficos Casa Modular 37,05    19 10
Sala de Aula SESI (Externa) 97     80 40
TOTAL 9.520,25    5.990 3.055

* A capacidade de pessoas nos setores de atendimento será definida conforme demanda, observadas as orientações do protocolo de saúde institucional e das autoridades públicas de saúde.

Fonte: Assessoria de Desenvolvimento | Pró-Reitoria de Administração (Proad) | Julho de 2020.