notícias colégio
Notícias
23 de abril de 2024
por: Olga Luisa dos Santos
Olga Luisa dos Santos

Acadêmicos de Design de Moda visitam centro cultural das rendeiras de Florianópolis

Estudantes aprenderam sobre a importância da tradição e cultura popular na moda

Para aproximar os acadêmicos de Design de Moda da UNIFEBE da produção de artefatos destinados ao uso doméstico e que incorporam a tradição e cultura de costumes ancestrais, o curso realizou uma visita de estudos ao Centro Cultural Bento Silvério, em Florianópolis. No local, cerca de 20 rendeiras se reúnem para manter a tradição da cultura açoriana de confeccionar as rendas de bilro.

A prática da renda de bilro se entrelaça com a história da Ilha de Santa Catarina, com a chegada dos primeiros açorianos, há mais de 270 anos, explica a professora do componente curricular, Projeto de Moda: Produtos para Ambientes, Alexssandra da Silva Fidelis. “Inicialmente, a técnica da renda de bilro foi passada de mãe para filha e era a profissão de muitas mulheres. Nessa visita, as acadêmicas da 5ª fase conheceram o Centro Cultural que possui exposição permanente com registros históricos da tradição de confecção de rendas na região da Lagoa da Conceição. Lá, eles puderam ver os instrumentos utilizados para a produção das rendas (bilro, caixote e almofada) e, principalmente, puderam interagir com as rendeiras da Lagoa”, elucida a professora.

As rendeiras relataram seu tempo de menina, quando aos sete anos de idade iniciaram a produção de rendas. “Os meninos aprendiam a pescar, e nós meninas, a fazer renda de bilro”, disse dona Maria, hoje com 72 anos e que produz renda desde então. Conhecer o Centro Cultural Casarão Bento Silvério, na Lagoa da Conceição, foi uma experiência que evidenciou a ligação da cultura, arte e moda, relatou a acadêmica Ana Cristina Meurer. “As rendas feitas pelas rendeiras são bem detalhadas e podem ser utilizadas na moda por meio de aplicações sobrepostas na peça ou vazadas. Ouvir as rendeiras e conhecer sua história nos faz pensar o quanto sua cultura é tão importante e contribui para o histórico da região local. A visita no Centro Cultural me trouxe inspirações desde texturas, cores e formatos e vai contribuir positivamente para o desenvolvimento da nossa coleção Linha Lar”, revelou a acadêmica.

Durante a visita, as rendeiras revelaram que em 2020, a marca Lez a Lez produziu a Coleção Rendeiras, inspirada nas rendas de birlo da Lagoa da Conceição. Na ocasião, o estilista visitou o Centro Cultural e analisou a produção feita pelas rendeiras que cultivam há anos a tradição. Por fim, a atividade proporcionou que algumas acadêmicas manuseassem os bilros e fizessem alguns pontos que resultaram em singelos fragmentos de renda. As rendeiras ainda cantaram e teceram rendas ao som dos bilros e violão, apresentação tradicional que realizam em eventos sempre que convidadas.

“Conhecer a prática da renda de bilro é, sem dúvida, aproximar o acadêmico, futuro designer de moda, de uma estética única e representativa. Em um mundo onde a diferenciação é crucial para o sucesso no setor da moda, o uso de técnicas como a renda de bilro proporciona vantagem competitiva, considerando o enriquecimento do repertório de habilidades de um designer de moda, insights criativos, além de agregar valor às suas criações”, complementa a coordenadora do curso, professora Jô Rosa.

Confira as fotos da visita:

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Bolsas de Iniciação à Pesquisa – Artigo 170 – Edital Proppex n° 05/2009

Bolsas de Iniciação à Pesquisa – Artigo 170 – Edital Proppex n° 05/2009


08 de abril de 2009
Quarto resultado do Processo Seletivo Especial para ingresso em 2008/1

Quarto resultado do Processo Seletivo Especial para ingresso em 2008/1


26 de fevereiro de 2008
Inscrições abertas para cursos de Tecnologia – 2009.1

Inscrições abertas para cursos de Tecnologia – 2009.1


09 de fevereiro de 2009
Skip to content