notícias colégio
Notícias
21 de julho de 2020
por: Olga Luisa dos Santos
Olga Luisa dos Santos

Acadêmicos de Psicologia analisam a influência do espetáculo Paixão e Morte de um Homem Livre para o fortalecimento dos laços culturais

Resultado do projeto foi apresentado para a comunidade do Aymoré, Guabiruba, em forma de portfólio.

Compreender a influência do espetáculo “Paixão e Morte de um Homem Livre” para o desenvolvimento psicológico da comunidade do Aymoré, em Guabiruba, foi o objetivo do trabalho de extensão realizado pelos acadêmicos da 1ª fase de Psicologia do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE).

Por meio de artigos para a construção teórica do trabalho, análise de documentos oficiais do projeto e entrevistas com integrantes do grupo teatral, os estudantes puderam analisar as decorrências psicológicas do espetáculo para o fortalecimento dos laços e da cultura regional.

O coordenador de Psicologia da UNIFEBE, professor Ademir Bernardino, explica que o interesse em estudar o tema se deu em virtude da relação entre a psicologia e a espiritualidade.

“As crenças religiosas dizem muito sobre a cultura de um povo, por isso buscamos proporcionar aos acadêmicos esse contato com a comunidade, analisando com esse olhar voltado para os aspectos psicológicos. Dessa forma os alunos aprendem a avaliar determinadas situações, a partir de um viés profissional”, salienta Ademir.

A partir dos dados e entrevistas coletados, os estudantes puderam avaliar o significado da peça para a comunidade, seus benefícios para o fortalecimento da cultura regional e como os sentimentos e sensações envolvidas impactam nos aspectos psicológicos dos participantes.

“Assim como o projeto engaja a comunidade local, para que a peça de teatro ocorra, nós, acadêmicos de Psicologia também nos envolvemos com o tema. Com esse trabalho aprimoramos e ampliamos nosso olhar sobre como as atividades sociais promovem o bem-estar e o engajamento da comunidade em questão”, enfatiza a acadêmica de Psicologia, Marcieli Dácio.

Com o resultado da pesquisa os estudantes criaram um portfólio, que foi entregue para a comunidade do Aymoré, em Guabiruba.

Curricularização da Extensão
A atividade desenvolvida pelo curso de Psicologia faz parte da Curricularização da Extensão. Constituído por meio da Resolução nº 7, de 18 de dezembro de 2018, pelo Ministério da Educação Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior, o documento que estabelece as Diretrizes para a Extensão na Educação Superior Brasileira, regimenta o disposto na Meta 12.7 da Lei nº 13.005/2014, que aprova o Plano Nacional de Educação – PNE 2014- 2024.

De acordo com a resolução, a Extensão deve se integrar à matriz curricular dos cursos e promover a interação entre as instituições de ensino e a sociedade, por meio da troca de conhecimentos, cultura e diálogo.

A pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura, professora Edineia da Silva, e o pró-reitor de Graduação, professor Sidnei Gripa, explicam que o objetivo da Curricularização da Extensão é estimular a formação cidadã dos estudantes de modo interdisciplinar, político educacional, cultural, científico e tecnológico, articulando ensino, extensão e pesquisa.

“O intuito é promover intervenções, por meio de projetos, programas, cursos e oficinas, eventos e até prestação de serviços, que envolvam diretamente o estudante com a comunidade externa. Essas ações precisam estar vinculadas à formação do aluno e devem viabilizar um diálogo construtivo e transformador entre a universidade e a sociedade”, salienta Edineia.

As atividades devem compor, no mínimo, 10% do total da carga horária curricular. Essa determinação começou neste semestre a ser implantada pela UNIFEBE, que aplicou com as primeiras fases de todos os cursos de Graduação. Durante a pandemia do novo coronavírus os trabalhos foram desenvolvidos via take-home, método de ensino adotado com êxito pela instituição.

 

Créditos foto: Jailson Pollheim Fotografia

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Primeira-dama do Estado lança oficinas gratuitas de elaboração de projetos para captação de recursos em parceria com a UNIFEBE
Destaque

Primeira-dama do Estado lança oficinas gratuitas de elaboração de projetos para captação de recursos em parceria com a UNIFEBE


10 de fevereiro de 2022
Inicia X Semana de Sistemas de Informação na UNIFEBE

Inicia X Semana de Sistemas de Informação na UNIFEBE


22 de outubro de 2012
Prefeito de Brusque recebe reitor da UNIFEBE em seu gabinete

Prefeito de Brusque recebe reitor da UNIFEBE em seu gabinete


13 de novembro de 2013
Skip to content