notícias colégio
Notícias
01 de agosto de 2023
por: Marcelo Gouvêa
Marcelo Gouvêa

Empresa regional recebe proposições de acadêmicos da UNIFEBE

Propostas foram apresentadas e avaliadas em atividade desenvolvida pelos cursos de Gestão Comercial e Processos Gerenciais

Demandas indicadas por uma das principais empresas fornecedoras para o ramo de bazar do estado foram o objeto de estudo de acadêmicos de Gestão Comercial e de Processos Gerenciais da UNIFEBE. Divididos em grupos, os estudantes precisaram propor ideias criativas para problemas identificados pela empresa e tiveram o material avaliado por banca.

Para compreender a rotina da empresa, que conta com mais de 35 mil clientes em todo o país, os acadêmicos tiveram três etapas desenvolvidas. Entre elas, foram feitos reconhecimento de mercado e novas tecnologias. Análises de benchmarking de mercado, SWOT e declaração do problema, assim como ações de criatividade e ideação, com ferramentas de gestão como brainstorming, jornada do usuário e Scamper, estiveram entre as atividades.

Uma equipe de Gestão Comercial foi escolhida a melhor pela banca avaliadora após as apresentações. A equipe foi premiada com uma visita ao Ágora Tech Park, em Joinville e um fone de ouvido sem fio para cada integrante. A acadêmica Camila Paloschi é uma das integrantes do grupo. Além dela, Patrícia de Lima, Thayanne da Silva, Núbia Torresane e Matheus Grignani compuseram a equipe.

Camila relata que a proposta do grupo teve como foco o setor comercial da empresa, atuante na venda para outras empresas. A sugestão foi um modelo de vendas on-line, que não tivesse interferência nas vendas feitas de forma presencial.

Ela ressalta a dedicação do grupo nas atividades de pesquisa como um dos diferenciais para o resultado. De acordo com ela, a elaboração do projeto contribuiu com sua formação profissional e tornou possível relacionar os conteúdos que haviam trabalhado em sala de aula, com as demandas apresentadas pela empresa.

Interação entre universidade e empresa
Para o coordenador de Extensão do curso de Gestão Comercial, George Aiub, a interação gerada entre universidade e empresas locais possibilita resultados positivos para ambos. “O propósito era integrar, criar processo de interação, proporcionar aos alunos a investigação de temas que pudessem trazer insights para as empresas e que ela, a partir desse trabalho feito por olhos externos, pudesse considerar novas perspectivas em cima dos temas. A questão toda do aprendizado é válida para os dois lados”, afirma.

O aprendizado e a maturidade gerados pelo contato também são ressaltados pelo professor. Segundo ele, a necessidade de os acadêmicos adaptarem aquilo que aprendem em sala para a realidade, características e demandas da empresa é outra capacidade desenvolvida com a atividade. A tendência, de acordo com ele, é que novas edições possibilitem aprimorar processos cada vez mais amplos, com a intensificação do contato com novas empresas.

“Durante a visita, os acadêmicos tiveram acesso a insights valiosos sobre os processos de inovação em produtos, processos e novas tecnologias, bem como entenderam a forma como a Embrast integra essas inovações ao seu mercado”, avalia o coordenador de Extensão de Processos Gerenciais, professor Leonardo Anésio.

A visita à empresa proporcionou, na avaliação do professor, a oportunidade de os acadêmicos explorarem a estrutura organizacional e produtiva da empresa. “A experiência proporcionou uma visão prática sobre como a empresa lida com inovação e tecnologia em diferentes níveis organizacionais. A visita fazendo parte de um programa de extensão, também traz benefícios para a própria empresa que se favorece por meio do processo de ideação desenvolvidos pelos alunos”, afirma, em referência aos efeitos da ação na comunidade.

O coordenador de ambos os cursos, professor Günther Lother Pertschy, acredita que a atividade de extensão foi uma importante maneira de aproximar os acadêmicos de desafios do dia a dia das empresas locais. De acordo com ele, com a experiência, os grupos saem melhor preparados para sua atuação no mercado de trabalho.

“Foi uma grande oportunidade para os nossos acadêmicos interagirem com desafios reais e propor possíveis soluções para uma grande organização da nossa região. A proposta de Extensão 2023.1, proporcionou grande aprendizagem e experimentação no mundo real, o que é de extrema importância na formação profissional”, descreve.

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

UNIFEBE recebe Projeto de Olho no Futuro

UNIFEBE recebe Projeto de Olho no Futuro


14 de março de 2014
Professor da Espanha participa de Simpósio na Unifebe

Professor da Espanha participa de Simpósio na Unifebe


06 de maio de 2011
ONG Mãos que se doam recebe donativos de Trote Solidário da UNIFEBE
Universidade Comunitária

ONG Mãos que se doam recebe donativos de Trote Solidário da UNIFEBE


13 de abril de 2018
Skip to content