notícias colégio
Notícias
29 de fevereiro de 2024
por: Marcelo Gouvêa
Marcelo Gouvêa

Estudante do Colégio UNIFEBE conquista medalha de bronze na OBMEP

Jovem ressalta importância da rotina de estudos no desempenho e raciocínio lógico

O desempenho da então estudante do 3º ano do Ensino Médio do Colégio UNIFEBE, Daiane Pedrini Babiss, foi reconhecido com a medalha de bronze da 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), realizada em 2023. A competição certifica com medalhas de ouro, prata e bronze, além de menção honrosa, as melhores notas na prova, realizada entre instituições pública e privadas do país.

A premiação coroa uma trajetória de participações na competição escolar, mantida pela estudante, hoje egressa do Colégio UNIFEBE, praticamente de forma ininterrupta desde o 6º ano do Ensino Fundamental. A exceção foi a edição ocorrida quando a jovem cursava no 9º ano, cancelada por causa da pandemia da Covid-19. O histórico de participações já havia rendido uma menção honrosa na OBMEP para Daiane e, na família, o irmão também somava duas medalhas.

Segundo ela, o gosto pela matemática e o raciocínio lógico envolvido na sua rotina de estudos ajudou tanto no desempenho quanto na demanda escolar e demais avaliações que participou. Mesmo tendo cogitado não realizar a edição 2023 da prova devido à proximidade com o Exame Nacional do Ensino Médio e demandas na preparação para o vestibular, ela acredita que a prática foi parte importante para os resultados atingidos.

“Sempre tive facilidade de aprender matemática, principalmente no uso da lógica”, relata Daiane. “Durante as tardes que eu estudava, pegava a lista de exercícios da OBMEP e ficava treinando, mas nunca tive uma preparação especial para a prova”, comenta.


Orgulho e estímulo

Segundo o diretor do Colégio UNIFEBE, a expectativa é que o desempenho possa servir de estímulo para que mais estudantes participem da avaliação no futuro, no que classifica como um possível “legado de bons resultados”. O diretor salienta o incentivo dado para o engajamento dos estudantes em programações voltadas ao conhecimento e ciência.

“Recebemos a notícia do resultado com enorme felicidade por ser uma prova que abrange escolas do Brasil inteiro. É um motivo de um orgulho muito grande, já que temos estimulado a participação de alunos em olimpíadas, feiras e outros eventos semelhantes”, afirma.
Para a coordenadora de Projetos do Colégio UNIFEBE, Simone Sobiecziak, competições como a OBMEP desempenham um papel crucial em abrir portas aos estudantes e proporciona oportunidades de crescimento e reconhecimento. De acordo com ela, medalha reflete a dedicação de Daiane ao longo do período e destaca a importância do incentivo e apoio aos jovens talentos.

“É inspirador ver uma jovem estudante brilhar em um campo tão crucial como a ciência. Sua conquista não apenas a coloca no pódio da matemática, mas também ajuda a propagar a mensagem fundamental de que as mulheres têm um lugar de destaque e muitas oportunidades na ciência. Que seu sucesso sirva de inspiração para outras jovens a seguirem seus sonhos e explorarem todo o potencial que a ciência oferece”, descreve.

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Professor é finalista de Prêmio de Inovação Catarinense 2017
UNIFEBE

Professor é finalista de Prêmio de Inovação Catarinense 2017


27 de outubro de 2017
UNIFEBE doa álcool em gel para entidades de Brusque
Universidade Comunitária

UNIFEBE doa álcool em gel para entidades de Brusque


30 de abril de 2020
Professor lança livro sobre gerenciamento de restaurantes

Professor lança livro sobre gerenciamento de restaurantes


18 de março de 2010
Skip to content