notícias colégio
Notícias
16 de junho de 2023
por: Marcelo Gouvêa
Marcelo Gouvêa

Estudantes de Engenharia Civil e Colégio UNIFEBE participam de desafio Bol-Construction

Bolas de concreto deveriam seguir parâmetros preestabelecidos de materiais, seguir trajetória retilínea e passar por avaliação de resistência

Os testes do desafio “Bol-Construction” foram realizados no auditório do Bloco C da UNIFEBE, nesta quinta-feira (15). Nele, bolas de concreto, feitas por estudantes de Engenharia Civil da UNIFEBE e Colégio UNIFEBE, devem atingir dimensões estabelecidas previamente. As bolas também devem ser feitas sólidas, com materiais específicos, sem uso de fibras ou plásticos, atingir índices de resistência e conseguir percorrer uma trajetória retilínea durante o desafio.

A atividade retoma a organização do evento, que não ocorria desde 2019, e contou com a entrega de troféu para as três melhores equipes, além de pontuação para os participantes. Os estudantes receberam o desafio em 11 de maio. Até o dia 20, eles precisavam entregar uma esfera com 21 centímetros de diâmetro, homogênea e com massa dentro de parâmetros estabelecidos pela organização. Desde o fim de maio, as esferas estavam em um tanque com água, para o processo de cura do concreto.

Todos os índices atingidos na elaboração e medidas, como comenta a coordenadora do curso de Engenharia Civil, Vivian Siffert Wildner, seguem fórmula estabelecida no desafio nacional Concrebol, feito pelo Instituto Brasileiro de Concreto (Ibracon). Ela destaca a capacidade de adaptação e busca por alternativas na resolução dos desafios propostos. “Eles conseguem desenvolver, pensar fora da caixa, pensar em novas soluções”, descreve. As avaliações ainda contaram com apoio do professor Alexandre Maines e do assistente de laboratório Lucas Martins.

Antes de serem colocadas em prova em uma prensa hidráulica, as oito bolas feitas neste ano foram para a pista. No chamado teste de linearidade, elas precisavam acertar um gol de 40 centímetros de largura, montado no extremo de uma pista de MDF. A estrutura, com quatro metros de comprimento, servia para verificar se a esfera conseguia percorrer sua extensão de forma retilínea.

Estratégia e resistência
A construção dentro dos parâmetros ainda permitia aos grupos a busca por melhores alternativas de composição de suas esferas. No teste de linearidade, houve acertos, mas após a bola desviar a trajetória em alguma das laterais da pista. Também houve quem acertou a trave e não entrou.

Com a decisão, indo para o teste de resistência, a avaliação indicou a bola construída pela equipe Formandos, como a campeã. A equipe foi composta pelos acadêmicos Daniela de Souza Soares, Hévylin Isamara Borich, Ramon Ângelo Arndt da Silva, Vinícius José de Souza e a estudante do Colégio UNIFEBE, Gabriely Foppa.

A bola de concreto do grupo teve massa de 10,35 quilos e conseguiu suportar 94 quilonewtons de carga da prensa hidráulica. A AEJV Construction foi a segunda colocada e a equipe Wrecking Ball, em terceiro.

Segundo o acadêmico Ramon Ângelo da Silva, a opção foi pelo uso de materiais convencionais. Segundo ele, boa parte dos integrantes já havia passado por outras experiências com a composição de materiais e de desafios semelhantes e a aposta foi no peso maior, na tentativa de melhorar a resistência da peça.

Nas palavras dele, a proposta foi buscar algo que fosse simples e rápido para a prova. “Tentamos conciliar o peso da bola, diminuir o peso específico do concreto e fazer uma bola com uma resistência alta”.

Silva reforça tanto o trabalho de pesquisa quanto de interação, necessários para a conseguir atingir o resultado. “Independentemente da área que vamos atuar, vamos ter que pesquisar e tentar nos adaptar aos desafios e problemas. Então, precisávamos trabalhar em equipe e chegar a um objetivo em comum”.

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Acadêmicos de Fisioterapia promovem hackathon, na UNIFEBE
Fisioterapia

Acadêmicos de Fisioterapia promovem hackathon, na UNIFEBE


29 de maio de 2024
Professora da UNIFEBE ministra oficinas no México

Professora da UNIFEBE ministra oficinas no México


11 de junho de 2012
Entidades realizam mesa-redonda sobre descarte de medicamentos
UNIFEBE

Entidades realizam mesa-redonda sobre descarte de medicamentos


30 de junho de 2017
Skip to content