notícias colégio
Notícias
05 de abril de 2024
por: Olga Luisa dos Santos
Olga Luisa dos Santos

Técnica de bordado manual é ensinada por Bordadeiras de Brusque aos acadêmicos da UNIFEBE

Estudantes da 5ª fase de Design de Moda aprenderam a técnica com a Confraria das Bordadeiras

Os acadêmicos da 5ª fase de Design de Moda da UNIFEBE aprenderam na prática a bordar manualmente. A técnica foi apresentada aos estudantes, durante a oficina ministrada pela Confraria das Bordadeiras, na aula do Componente Curricular de Projeto de Moda: Produtos para Ambientes, ministrada pela professora Alexssandra da Silva Fidelis.

Com o intuito de incorporar aspectos artísticos nos projetos e na produção de peças para cama, mesa e banho, que será produzida pelos próprios estudantes ao final do Componente Curricular para a Coleção Casa/Lar, a professora Alexssandra explica que ao longo das aulas, os alunos têm participado de diversas experiências manuais. “Nesse workshop, a proposta era que a Confraria das Bordadeiras pudesse compartilhar seus conhecimentos e habilidades, introduzindo aspectos da arte do bordado simples, servindo de inspiração para a produção da coleção autoral”, elucida.

A professora complementa ainda que acredita que a atividade vai além do bordado e do que foi apreendido enquanto habilidade manual. “Tem relação com as experiências de vida, valorizar um conhecimento ancestral e que carrega consigo a história e vivência de cada uma das bordadeiras que estiveram conosco. É um verdadeiro tributo ao conhecimento das mulheres que vieram antes de nós”, acrescenta.

Mesmo já conhecendo a técnica, muito utilizada por sua irmã para bordar toalhas, a acadêmica Ariely Cristine Nicoletti confessa que a oficina foi bastante prática e despertou um sentimento de nostalgia e de valorização ao manual. “Tenho memórias da infância de ela bordando minhas toalhinhas de rosto para levar para a escola e considero muito importante aprendermos a técnica, pois na moda os trabalhos manuais são, sim, requisitados, valorizados, além de ressignificarem nossa história e nossos antepassados”, revela.

A herança cultural e histórica do bordado também é um dos pontos ressaltados pela coordenadora do curso de Design de Moda da UNIFEBE, professora Jô Rosa. “Compreendo que os bordados manuais promovem a preservação das técnicas culturais e artísticas, além de permitir que o aluno aprenda sobre a personalização e a individualidade na produção de uma peça. Cada peça bordada à mão é única e carrega o toque pessoal do artesão. Isso permite que os designers criem peças exclusivas e distintas, adicionando valor percebido às suas criações. Ao valorizar o trabalho manual e local, os bordados manuais podem ajudar a promover práticas de produção mais éticas e sustentáveis”, frisa a professora.

Durante o workshop, as bordadeiras da Confraria contaram sua história, apresentaram alguns trabalhos e participações em eventos e ensinaram as técnicas do bordado simples. Divididos em grupos, os acadêmicos foram instigados a aplicar os conhecimentos.

Confira algumas fotos da atividade:

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Colégio UNIFEBE está entre os 10 finalistas do Prêmio Liga Steam
Colégio UNIFEBE

Colégio UNIFEBE está entre os 10 finalistas do Prêmio Liga Steam


10 de novembro de 2022
Curso de Ciências Contábeis promove palestra com representantes da Receita Federal
Ciências Contábeis

Curso de Ciências Contábeis promove palestra com representantes da Receita Federal


27 de maio de 2024
UNIFEBE realiza IV Simpósio de Moda e Tecnologia Têxtil e X Ciclo de Palestras
Semana Acadêmica

UNIFEBE realiza IV Simpósio de Moda e Tecnologia Têxtil e X Ciclo de Palestras


24 de junho de 2016
Skip to content