notícias colégio
Notícias
08 de dezembro de 2022
por: Celio Bruns Junior
Celio Bruns Junior

Acadêmicos da UNIFEBE revitalizam a Biblioteca Escolar do CEJA de Brusque

Estudantes de quatro cursos diferentes participaram da ação

Os cursos de Engenharia Civil, Letras-Inglês, Arquitetura e Urbanismo e Educação Especial se uniram neste semestre para revitalizar a Biblioteca Escolar do Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) com o objetivo de continuar a oferecer recursos e serviços diferenciados que possibilitem a integração e interação entre colaboradores, docentes e discentes.

Foram realizadas doações de livros, e adaptação de um livro para necessidades especiais, elaboração da planta baixa, identificação de patologias e sugestões de melhorias para o prédio do CEJA. Os alunos dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo tiraram medidas e fotos da edificação, enquanto alunos de duas turmas do CEJA participaram de oficinas na UNIFEBE sobre solos, hidráulica, física e maquetaria. Também foram desenvolvidos materiais com as plantas 2D e 3D, um relatório de manifestações patológicas e arquivos com sugestões de layout de móveis, iluminação e pinturas.

Jaqueline Dionísio Dalmolin, acadêmica da 3ª fase do curso de Letras-Inglês considera que a curricularização deste semestre foi uma experiência significativa. “Essa interação na produção do projeto com outros acadêmicos trouxe uma nova perspectiva sobre a inclusão de pessoas com deficiência na comunidade escolar, já que pudemos atuar junto dos estudantes de Educação Especial”, comenta.

Já o aluno Claudio Guilherme Alfarth, também acadêmico de Letras-Inglês, afirma que participar do projeto fez com que os estudantes desenvolvessem competências como o trabalho em equipe. “Além de separarmos livros para a renovação do acervo da biblioteca do, tivemos a oportunidade de trabalhar em conjunto com a turma do curso de Educação Especial, tanto na seleção dos livros, quanto na adaptação de livro para alunos com necessidades especiais”, revela Claudio.

Acadêmico da 1ª fase de Educação Especial, Marlon Diettrich, acredita que a atividade propiciou uma integração e um intercâmbio de conhecimentos entre os cursos. “Foi um momento enriquecedor para nossas formações, já que envolveu toda uma pesquisa e um trabalho em prol da sociedade.

Liliam Mafra, Assistente Técnica Pedagógica do CEJA, relembra que a parceria com a UNIFEBE já trouxe outras melhorias para o local. “Entendemos que a aproximação entre escola e universidade proporciona ganhos para todos os envolvidos. Agradecemos pela acolhida de sempre e nos colocamos à disposição para outras parcerias. Para o CEJA, é uma honra ter a UNIFEBE como parceira”, agradece Liliam.

Curricularização da Extensão

A pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura da UNIFEBE, professora Edinéia Pereira da Silva, elucida que a Curricularização da Extensão integra a formação acadêmica dos estudantes e promove intervenções que estimulam a construção e o desenvolvimento do aluno como cidadão.

Os projetos, programas, cursos, oficinas, eventos e até prestação de serviços, desenvolvidos na Curricularização da Extensão articulam ensino, pesquisa e extensão de modo interdisciplinar, político educacional, cultural, científico e tecnológico. “As atividades desenvolvidas são relacionadas à formação universitária do estudante, que desenvolve trabalhos que contribuem com a comunidade e promove um diálogo construtivo e transformador entre a universidade e a sociedade”, ressalta a professora Edinéia.

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Bloco C atende em horário especial nos dias 10, 11 e 12 devido aplicação de prova
UNIFEBE

Bloco C atende em horário especial nos dias 10, 11 e 12 devido aplicação de prova


08 de dezembro de 2016
Ampe seleciona pessoas para trabalho temporário na Pronegócio

Ampe seleciona pessoas para trabalho temporário na Pronegócio


12 de maio de 2011
Violência Doméstica é tema de palestra na Unifebe

Violência Doméstica é tema de palestra na Unifebe


11 de maio de 2007
Skip to content