notícias colégio
Notícias
24 de novembro de 2023
por: Olga Luisa dos Santos
Olga Luisa dos Santos

Trabalhos produzidos por estudantes de Pedagogia da UNIFEBE são expostos na 17ª Primavera dos Museus

Banners identificavam o bioma, composição fitoquímica e a taxonomia de frutos indígenas

Os trabalhos das acadêmicas da 4ª e 6ª fase do curso de Pedagogia da UNIFEBE, desenvolvidos no Componente de Ciências da Natureza: Saberes e Práticas, integraram os materiais expostos no Museu Casa de Brusque, durante a 17ª Primavera dos Museus.

Nos banners, produzidos sob a orientação da professora Tamily Roedel, as estudantes identificaram o bioma, a composição fitoquímica e a taxonomia de frutos indígenas como o guaraná, jatobá, buriti, cupuaçu, castanha-do-pará, pupunha, mangaba e açaí.

Para criar os materiais, as acadêmicas pesquisaram as origens dos frutos e uma série de questões técnicas e científicas. Segundo a professora, a atividade trouxe uma abordagem inovadora sobre o reino vegetal, apresentando informações acerca de frutos de origem indígena que eram desconhecidos pelas estudantes.

“Notamos que, embora alguns desses frutos estivessem presentes nos pratos dos brasileiros, poucos eram nativos do nosso bioma de Mata Atlântica. A maioria pertencia ao bioma Amazônia e é comumente utilizado nos pratos brasileiros ou na produção de cosméticos. Como futuras pedagogas foi essencial que elas vinculassem essas informações taxonômicas das espécies às práticas educacionais, permitindo que alunos e visitantes tenham conhecimento não apenas dos nomes populares, mas também dos nomes científicos das espécies em questão”, elucida a professora Tamily.

A árvore e os frutos do Jatobá foram estudados e transformados em um banner pelo grupo da acadêmica Alicia Falcão Gartner, da 6ª fase. “Essa atividade nos trouxe grandes experiências e muito conhecimento, principalmente sobre os povos indígenas. Tudo ficou ainda mais interessante quando fomos ao Museu Casa de Brusque e vimos a exposição dos nossos trabalhos, foi realmente gratificante”, comenta a acadêmica.

17ª Primavera dos Museus

A Primavera dos Museus é uma ação que ocorre todos os anos desde o ano de 2007, coordenada pelo Instituto Brasileiro dos Museus (IBRAM), com o intuito de mobilizar os museus para organizarem programações especiais dos temas escolhidos no ano. O tema de 2023 foi “Memórias e Democracia: pessoas LGBT+, indígenas e quilombolas”.

“A parceria entre o Museu Casa de Brusque e a UNIFEBE proporcionou que os trabalhos das acadêmicas do curso de Pedagogia, desenvolvido em sala de aula, fossem apresentados e visitados por muitas escolas durante a 17ª Primavera dos Museus. Isso valoriza e estimula a dedicação dos acadêmicos a desenvolverem sempre bons trabalhos na academia”, avalia a historiadora coordenadora do Museu Casa de Brusque, Luciana Pasa Tomasi.

Os trabalhos expostos na Casa de Brusque também foram prestigiados pelas próprias estudantes, durante uma visita técnica, realizada pelo professor Marcelo Noldin, do Componente Curricular Ciências Humanas: Saberes e Práticas I. “Em ações multidisciplinares como esta, nossas acadêmicas se sentem também responsáveis por contribuir para a produção de um conhecimento histórico, cultural e de extrema relevância para valorizarmos o que é nosso. Como futuras pedagogas esse senso de pertencimento e envolvimento com a comunidade é essencial, e a parceria com a Casa de Brusque só vem para somar com esta proposta do curso”, enaltece a coordenadora de Pedagogia da UNIFEBE, professora Eliane Kormann.

Confira as fotos das acadêmicas e seus banners:

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social:

comunicacao.assessor@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Unifebe lança Revista nesta sexta-feira

Unifebe lança Revista nesta sexta-feira


22 de novembro de 2010
Mesa-redonda na Unifebe discute legalização das drogas

Mesa-redonda na Unifebe discute legalização das drogas


21 de junho de 2011
Noite Cultural Solidária do Curso de Pedagogia arrecada guloseimas

Noite Cultural Solidária do Curso de Pedagogia arrecada guloseimas


27 de outubro de 2006
Skip to content